terça-feira, 29 de setembro de 2009

Remembering Gianni

Versace
Spring/Summer 2010

lembro-me como se fosse hoje de quando Gianni Versace morreu e de como, na altura, se dizia que era o fim de uma era. nesses (idos) anos 90, a Versace era tudo: símbolo de luxo e glamour moderno, ícone da excentricidade dos ricos e da irreverância bling-bling, presença segura no guarda-roupa das mais sexys e poderosas guerreiras urabanas da altura, que pisavam as selvas de betão com os seus stilettos e os inesquecíveis estampados da marca. nessa altura, depois de O cérebro à frente da marca ter morrido, muito se especulou sobre o futuro. dizia-se que sem Gianni não havia Versace, e que o mundo (da Moda) tinha sofrido uma perda irrecuperável.
not true. a irmã, Donatella, toda a vida mais conhecida pela sua aptidão para frequentar festas e pelos escândalos da filha anorética - já para não falar no visual Barbie Doll - deu a volta por cima. depois de muitas colecções a desfilar pelas passerelles da Milano Fashion Week, a designer agora à frente da Versace conseguiu fazer com que a casa voltasse à sua verdadeira essência. jovem e bonita, a colecção para o próximo Verão ecoa as influências de Gianni em cada print, em cada costura, em cada silhueta coleante, em cada cor vibrante - os amarelos limão, os rosas bubblegum, o lilás... so nineties - em cada bainha subida. o savoir-faire que demonstra esta herdeira de um dos grandes nomes da Moda leva-nos numa viagem no tempo, até aquela época onde todos eram jovens, ricos e bonitos. e, no fundo, é ainda a esses que hoje a Versace se dirige. porque, como boa italiana que é, Donatella (tal como Gianni) continua a desenhar numa autêntica celebração da Dolce Vita.

2 comentários:

MAISON CHAPLIN disse...

TAMBÉM GOSTEI MUITO DA NOVA COLECÇÃO, TOTALMENTE REFRESHING!

FASHION NEWS, NEW TRENDS
@ MAISONCHAPLIN.BLOGSPOT.COM

little miss chanel disse...

refreshing é mesmo a palavra certa ;) obrigada pelo comment!!
kiss*